26 de março de 2007

Habilitações Literárias: Vá pelo seu cartão...

Uma das poucas profissões em que não interessa as habilitações literárias é a política. Não é preciso ter curso, não é preciso ter jeito para assentar tijolo, nem fazer cofragens, apenas é necessário um cartão de filiação que legitime a subida ao poder local (da junta, da câmara), nacional (da assembleia) ou internacional (parlamento, ONU, etc.).

Lembra-me o filme do Manoel de Oliveira (A Caixa):
"O que vossemecê precisa é de uma caixa!" (neste caso, um cartão)

3 comentários:

Mak, o Mau disse...

Discordo. Se não mentes bem, se não viras a casaca com prontidão, se não tens uma cara de pau à prova de tudo e a capacidade de falar muito e não dizer nada, então não tens hipóteses.

A nota positiva é que eu possuo todas estas qualidades...

Cuga disse...

E tens cartão?

Mak, o Mau disse...

Não, mas rapidamente falsifico um...