18 de janeiro de 2007

O Mundo Português

Sim, somos um povo tolerante, de diásporas, capaz de apadrinhar várias culturas, credos e tendências sexuais. Prova disto mesmo é a "famosa" lista dos dez portugueses mais votados por esta geração. Temos:
Um mau filho, um assassino em série, um ditador, um comuna, um gay, um zarolho, um esquizofrénico, um bonzinho, um perfeitinho e um alentejano...
E tudo isto num país que despreza os políticos e a diplomacia, não acredita na monarquia e rejeita liminarmente o papel da Literatura...

3 comentários:

POTS disse...

O resto ainda vá lá, agora acho incrível terem escolhido um "bonzinho". Nunca ninguém chegou a algum lado sendo bonzinho! Francamente!

Ouriço disse...

Eh pá, eu ando cansada mas traduz lá assassino em série, gay e bonzinho. Sim porque esse é de facto o que mais interessa....

Cuga disse...

Pots: A mim irrita-me mais o perfeitinho!
Ouriço:
Para o primeiro fala com os Távoras que eles explicam, o gay é má língua, por certo, no entanto, só um homem assim é que se lembraria de juntar tanto macho dentro de caravelas exíguas e mandá-las para o mar, enquanto ficava em terra a ver navios, o bonzinho é o se fartou de dar autógrafos desobedecendo ao ditador! (Sim, não havia o SEF, mas havia a PIDE)