18 de dezembro de 2006

Teste à Inteligência

Numa festa ouvi duas histórias cada uma numa sala diferente:
História um:
Rapaz solteiro que fez sozinho, durante um mês, 16 500 Kms de mota pela Europa e que vinha cheio de mapas para melhor explicar as suas estórias.
História dois:
Casal recém-casado que chegou com o portátil cheio de fotos da boda e da lua de mel na Tailândia.
Pergunta 1:
Que história teve mais ouvintes?
Pergunta 2:
Qual das histórias decorria mais próximo da casa de banho? Porquê?
Pergunta 3:
Só com estes escassos dados qual das histórias preferia ouvir?
A resposta às duas primeiras perguntas será dada oportunamente.
Moral das histórias: É viável a Paz no mundo, pois é possível o banal conviver com o inusitado, desde que se faça um esforço!

9 comentários:

Ouriço disse...

Cruzes, que festa foi essa?

Cuga disse...

Esta festa não tinha pataniscas, só falafel. Porque, caro ouriço, há vida depois das crianças e das teses...

Ouriço disse...

Folgo em sabê-lo. Sinto o vazio e o tal silêncio, apenas interrompido pelos sons de duas crias doentes....

Cuga disse...

Esse é um teste à paciência, não à inteligência...

Kinder Surpresa disse...

Eu prefiro claramente a primeira. A segunda história teria de ser bem junto à casa de banho para caso de vómitos entre a foto das ilhas Pipi e outra num restaurante em Phuket.

Kinder Surpresa disse...

Não está bem escrito, eu sei mas estou com pressa.

POTS disse...

Quem está com pressa não anda a browsear blogs e a escrever comentários, um atrás do outro...

POTS disse...

Acho eu...

Cuga disse...

Respostas:
A história que teve maior audiência foi a segunda. O narrador da primeira não vinha com uma agenda (portátil) nem gosta de grandes audiências.
Quanto à segunda resposta, a opção do Kinder é viável, mas há outra... o WC estava mais próximo da comida e depois do casamento e da Tailândia a mesa dos "comes e bebes" teve mais saída.